quinta-feira, 27 de outubro de 2011

- O papel principal...

Aaah blog... desde do meu aniversário que eu não posto aqui né?
Pois bem, to triste! =/ 
Aiii, estou em crise... mais uma vez!
Cada dia mais eu me pergunto o que vim fazer em Curitiba. 
Sabe, da cidade eu até aprendi a gostar... cada dia vou pra lugares mais longes, e to perdendo o medo de conhecer a cidade. Hoje, quando eu quero ir em um lugar, eu olho no mapa, vejo o onibus que passa lá e vou.
Mas dentro da faculdade continua na mesma. Aliás, continua não... cada dia que passa eu percebo que posso contar menos com pessoas que eu acreditava que poderia contar. As vezes creio mesmo que o erro está em mim, mas sei que não é. O erro está em eu ser um 'extra-terrestre' aqui. Não faço parte deste mundo, não sei me adaptar aqui. Tudo me causa dor demais.
Sabe pq eu faço meus posts aqui? Pq além de eu sofrer demais por estar aqui, ainda ouço 'gracinhas' de alguns a respeito de eu ser reclamona sobre Curitiba [no facebook]. Só fico pensando: "Se não gosta dos meus posts me add pra quê?", ou então eh simplesmente pedir para não ver mais meus feeds de notícias.... eh tão simples! Quando eu posto no facebook ou aqui, é uma maneira de NÃO encher o saco! Não ter que ficar falando diretamente para alguém...! Aqui eu posto pra quem se interessa por mim, E MAIS, eu posto pra desabafar. Veja, agora são 3h23 da manhã, eu acordei as 9h00 e estou ligada, mas não gosto de estar assim. Queria eu estar dormindo, seria muito mais útil... até pq amanhã [daki a pouco né?] tenho que estar as 7h30 no hospital. E o pior: não saquei dinheiro e terei que ir a pé! 
E estou novamente nas minhas noites de insônia... assim como no período passado. O sono não vem, nunca! E eu passo o dia todinho cansada... contando as horas para chegar em casa, e quando chego em casa: Cadê o sono?? Sumiu! E assim a semana vai.
Meus estudos não rendem, minha concentração é minima, eu peço licença pra falar alguma coisa, e pronto, ja esqueci! Meus neurônios estão entrando em colapso... e eu não sei por onde colocar ordem em tudo. Eu precisava mesmo eh de um botão 'reset' no meu sistema nervoso central... ou melhor, na minha história.
As vezes me pergunto se tem valido a pena tudo isso... Será que realmente eu vou conseguir fazer bem à alguém? Será que eu vou conseguir ser uma boa médica? Será que eu vou aprender todos os principios ativos dos farmacos, todas as fisiopatologias das doenças? Será que eu não vou morrer fazendo isso? Será que isso não me causará dor maior do que posso suportar?
Tenho pensado muito nisso... pensado também nas outras inúmeras coisas que eu faço bem. Eu sei fazer tanta coisa... será que o meu plano B pré-vestibular não teria sido uma opção melhor? Talvez no plano B eu pudesse ficar perto da minha família, ver de perto meus sobrinhos crescerem, cuidar dos meus pais, ter um trabalho remunerado, e um trabalho que eu fosse bem sucedida! Talvez no meu plano B eu não estivesse assistindo meu amigos se divertirem, assistindo minha família curtir aniversários, assistindo meu namorado sonhar com os dias que eu vou estar perto.... talvez no meu plano B eu estivesse contracenando com as pessoas que eu amo, e que algumas vezes eu fosse até o papel principal.... talvez no meu plano B eu me emocionasse de felicidade, e não de inveja. Talvez no meu plano B eu estivesse mais completa.
Maas, como diz meu pai... a vida inteira seremos assim, sempre pensando que, se tivéssemos feito de outra maneira não estaríamos mais felizes, mais satisfeitos. Menos cansados.
Eu queria mudar isso! Queria sorrir mais, abraças mais! Deus, quanto tempo eu não dou AQUELE abraço gostoso... ???? pra não dizer... ainda tem algumas pessoas que eu faço isso aqui em Curitiba. Mas não chega aos  5 abraços mínimos necessários diários.
Passar noites em claro, no meu plano B, só se fosse tocando violão na praia, ou trabalhando feito louca pro dia seguinte... e um trabalho no qual eu emocionaria as pessoas, que eu fizesse as pessoas sentirem amor!

Eu falei tanto de 'assistir', mas parece que eu to numa novela... e com péssimos atores. As pessoas poderiam conseguir manter seu papel pelo menos.... me machucaria menos.
Perdoem-me algumas pessoas que moram em Curitiba se estiverem lendo isso... sei que algumas pessoas se doem com as minhas palavras.... mas existem pessoas que, mesmo não próximas de mim, conseguem secar minhas feridas com um 'bom dia' que não vem daquelas que eu espero.

Aqui eu me sinto o patinho feio, aliás, eu SOU! E não to me fazendo de coitadinha não. Aqui quem sou eu? A pobre, gordinha, feinha, bolsista, aluna na média [ou abaixo dela], que não fala com ninguém, que nunca sai com o pessoal da sala, e que reclama de todo mundo. A verdade é essa mesmo. Mas é como eu disse.... o erro não está em mim, mas sim na minha escolha de permanecer aqui! Pq onde eu nasci, meus amigos pensam diferente, dessa MESMA ALINE!  E eu não culpo os outros por 'não gostarem da chatinha'... não mesmo! Não faz parte da vida deles entenderem o que é a minha, e não faz parte da minha vida, fazer o que eles fazem. Eu não sei comer em restaurantes chiques, eu não sei andar maquiada todas as manhãs, eu não sei andar ARRUMADA! NÃO-SEI! E aqui eu acabo sofrendo por isso... pq mudar essas minhas características dói demais, e eu não quero.
Engraçado, eu falo pro meu pai... eh, ainda bem que eu emagreci, senão além de tudo, eu ainda seria gorda! Não que eu não seja, mas ja foram quase 15 Kg esse semestre... talvez pra me sentir mais 'in' da geral.

Esse texto totalmente sem coerencia é um desabafo! To cansada daqui! Não vejo a hora das férias, de paz! De abraços, de sorrisos, de telefonemas, de havaianas, de sol, de calor. Não vejo a hora de parar com essa novela do SBT!
Gostaria demais de viver num mundo com pessoas mais parecidas comigo! De pessoas que andam de bicicleta, que moram em bairros pequenos, que gostam de ir comer em carrinhos de x-salada.... Gostaria de viver num mundo de pessoas menos ricas... quem sabe eu fizesse mais parte desse mundo. 
Se eu pudesse agora, voltava pra casa já. A saudade alcançou níveis letais.

Se alguém tiver algum conselho, alguma palavra pra me ajudar, será muito bem vindo...

Peço perdão a Deus por desdenhar e reclamar da vida maravilhosa que Ele me deu. Não é justo! Eu tenho as oportunidades, mas não consigo agarrá-las, não consigo deixar de ser Eu.
Peço  a Deus LUZ, eu preciso de uma LUZ! Preciso ter certeza que estou no caminho certo... pq ultimamente parece que eu perdi o rumo de tudo....

Boa noite à todos!
Tentarei mais uma vez dormir!
E que amanhã seja um dia melhor.


Fiquem todos com Deus.

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

- Fotos do meu níver 2.2! ;)


Hoje não vou me estender em comentário [apesar de querer fazer um post só sobre os MEUS aniversários... hehehehe, mas aí estão algumas fotos tiradas no último fds! Beeijooo