sábado, 8 de junho de 2013

2 semanas completas!

Eu disse que voltava pra continuar aquele ultimo, e triste, post.

Hoje eu to melhor, pelo menos por enquanto.
Hoje parece que o lado positivo da coisa da começando a aparecer.

Não me julguem estúpida, sou eclética pra músicas... Reconheço artistas, mas gosto de músicas boas de pessoas que não são artistas...
Mas o que me fez ter vontade de escrever aqui foi o vídeo abaixo.
Então farei o prólogo com o vídeo e a letra da música.
Pra sentir o que eu sinto agora, enquanto eu escrevo este texto, uma boa coisa é dar um play aqui embaixo.
A música é bem gostosa...
Em 'italico' está a parte que eu mais gostei. Deu até saudade do meu violão.


Ela nem ligou pro patrão
Deixou o véio na mão
E foi pra rua espairecer
Buscar uma solução
Pros problema que ela tinha
E deu um giro na cidade quando decidiu me ver
Bateu no meu portão com lágrimas no rosto
Quase que eu sinto o gosto
Quando lembro dela assim
Me abraçou apertado
Num gesto desesperado
Saudade mútua, ela se entregou pra mim

E disse que não tá bem
Fez meu olho brilhar dizendo que tá foda em casa
E que os problema tão demais
Capaz de se jogar no mundão
Sem noção nenhuma do que pensa ou faz
E eu disse: então, meu bem
Cê sabe que eu sempre te quis
Que bom que veio me procurar
Se quiser desabafar, fica a vontade
Mas com toda essa saudade
Eu nem vou te deixar falar

Mulher, tú sabe o que eu vou te dizer
Os seus problema, a gente tem que resolver
Mas deixa pra amanhã, deixa pra amanhã
Porque hoje eu vou te fazer
Mulher, sabe o que eu vou te dizer
Os seus problema, a gente tem que resolver
Mas deixa pra amanhã
Porque hoje eu vou te fazer

Ela levanta antes de mim
Capricha na maquiagem só pra me agradar
Menina, a sina da minha vida
É ver que a minha mina é linda
Quando a gente vai dormir
E ainda é quando acordar, haha, sei lá
Ela é um poço de qualidade e defeito
E cada jeito dela é uma emoção
Toda mulher causa um efeito
Que esconde que seu corpo perfeito
É só um convite pro que ela tem no coração

E ela disse que não tá bem
Fez o meu olho brilhar dizendo que tá foda em casa
E que os problema tão demais
Capaz de se jogar no mundão
Sem noção nenhuma do que pensa ou faz
E eu disse: então meu bem
Tú sabe que eu sempre te quis
Que bom que veio me procurar
Se quiser desabafar, fica a vontade
Mas com toda essa saudade
Eu nem vou te deixar falar

Mulher, sabe o que eu vou te dizer
Os seus problema, a gente tem que resolver
Mas deixa pra amanhã, deixa pra amanhã
Porque hoje eu vou te fazer
Mulher, sabe o que eu vou te dizer
Os seus problema, a gente tem que resolver
Mas deixa pra amanhã
Porque hoje eu vou te fazer mulher, mulher, mulher

Se eu demorar, me espera
Se eu te enrolar, me empurra
Se eu te entregar, aceita
Se eu recusar, me surra
Se eu sussurrar, escuta
Se eu balançar, segura
Se eu gaguejar, me entende
Se eu duvidar, me jura
Se eu for só teu, me tenha
Se eu não for, me larga
Se eu te enganar, descobre
Se eu te trair, me flagra
Se eu merecer, me bate
Se eu me mostrar, me veja
Se eu te zoar, me odeia
Mas se eu for bom, me beija
Se tú tá bem, eu tô
Se tú não tá, também
Não tô legal, não tô
Pergunto: o quê que tem?
Tú diz que tá tranquila
Mas eu sei que não tá
Tú tá bolada, filha
Vamô desembolar
Se eu te amar, me sente
Se eu te tocar, se assanha
Se eu te olhar, sorri
Se eu te perder, me ganha
Se eu te pedir, me dá
Se for brigar, pra quê?
Se eu chorar, me anima
Mas se eu sorri é por você

Sabe o que eu vou te dizer
Os seus problema, a gente tem que resolver
Mas deixa pra amanhã, deixa pra amanhã
Porque hoje eu vou te fazer
Mulher, sabe o que eu vou te dizer
Os seus problema, a gente tem que resolver
Mas deixa pra amanhã, deixa pra amanhã, deixa pra amanhã
Porque hoje eu vou te fazer mulher, mulher, mulher
Hoje eu vou te fazer mulher, mulher, mulher

Mulheres são o que são
E não o que nós queremos que elas sejam
Por isso, mulheres são a razão e a fração
Do mundo que os homens mais desejam
Essa é pra vocês

Então vamos ao serviço...
Será que eu to bem? Não sei. Meu 'coração' da bem ferido, e as vezes o telefone toca, e aquela feridinha que está tentando cicatrizar, sangra... e eu fico triste novamente.
Mas hoje eu to melhor que estava ontem.
As vezes bate um desespero sabe? Aquelas perguntas sem respostas, como 'por que to passando por isso?', 'que injustiça', 'e agora o que vou fazer daqui pra frente?', 'e o que eu faço com todos os nossos planos e sonhos?'... e a dor é inevitável.
Ruim também é quando eu atendo o telefone, e num momento parece que estou anestesiada... mas no momento seguinte a dor volta. E eu me pergunto como eu pude chegar a esse ponto sem nunca tem percebido os meus erros, os problemas, a maneira com que tudo evoluiu.

Maaaaaaaaas, hoje foi um dia de reflexão
Pensei sobre a minha essência, e o quanto eu perdi dela nos ultimos anos...
Todas aquelas coisas que eu tanto dei - e dou - valor ficaram pra trás, junto com a pessoa que eu costumava ser.
As vezes pergunto onde encontra-se aquela Aline doce, aquela Aline que sabe falar baixinho... de maneira respeitosa, aquela Aline que NEM palavrão fala - e COMO eu falo palavrão hoje.

Ficar sozinha, desde o ultimo post me fez pensar nas coisas que eu gosto de fazer.
Hoje eu vou pra faculdade, e particularmente nesse semestre nem to tão estudiosa assim, mas eu simplesmente não faço nada das coisas que eu sempre gostei. 
A começar pela música! Lembro de épocas que eu tinha 3 mil músicas no meu computador.e eu NUNCA ficava em silêncio. Eu cantava o dia todo, conhecia pelo menos umas 10 musicas novas por semana. Eu amo música, eu amo cantar! E hoje... não tem nem sequer 100 músicas no meu computador...
A minha pasta de tablaturas? ... Elas nem existem mais! E eu tinha uma lista enorme de músicas!
Peguei meu violão no fim de semana, e meus dedos doeram... meu violão ta sem uma tarracha e uma corda! E aquele jogo de cordas é tão antigo que eu não sei como elas não estouraram sozinhas....

E dançar? Com o tanto que eu engordei no último ano fica meio desengonçado dançar, mas nos últimos 16 dias já se foram 4kg... e ficarei sem o restante em breve. 
Enfim, eu sempre gostei de dançar, e modéstia parte não danço tão mal. Não gosto muito de músicas sertanejas, mas adoro dançar a dois... dançar na brincadeira.
Saudades da época que eu ia pra 'night' e voltava as 8h da manhã, com o pé sujo de areia da praia... entrava em casa na ponta dos pés, pro meu pai não me ouvir. E ela me achava, e nunca brigou comigo! Ele sabia que não fazia nada de errado, eu só estava curtindo o que a vida tem de melhor.

Além de todas as outras coisas...
Aqui em Curitiba não conheço lugares 'tão' propícios aos meus outros hobbies, tipo andar na praia, ou levar a canga e jogar na areia e ficar ouvindo música e o barulho do mar por horas. Mas dá pra fazer outras coisas.

Tenho que considerar que mesmo quando eu voltar pra casa, talvez não tenha tempo suficiente pra ficar 'curtindo um nada' como eu fazia antes. Mas hoje, a lição que eu tiro de tudo isso que ta acontecendo na minha vida é que essa é a hora de recuperar a Aline que tem dentro de mim.

Aline que gosta de viver, Aline que ri a toa, que é simpática, que tem bom humor, que é positiva, que gosta de cantar, gosta de dançar, que gosta de fazer novos amigos (Há quanto tempo eu não faço novos amigos?).
Acho que to precisando de tudo isso. Eu não quis 'precisar' disso. Mas felicidade não é a falta de problemas, é saber enfrenta-los de cabeça erguida.

Estar 'gorDinha' talvez atrase um pouco tudo isso, auto-estima muito baixa e tal. Mas vai ser tudo devagar.
Agora que eu to tão sozinha, e tenho mais tempo livre, não tenho mais desculpa pra ignorar a acadêmia... vou cuidar de mim. Vou me recuperar de tudo isso.

E voltar a ser a mulher que eu fui um dia.

Alguns sonhos eu perdi, pra sempre. A minha caretisse de ter um amor só, é um sonho que não mais pra voltar... Já era, a partir de agora vai ser o 2º - isso se eu não ficar pra titia. E o que eu posso fazer? Quem sabe na próxima vida eu tenha o dedo 'menos podre' (hahahaha brincadeirinha), ou seja celibatária, daí não corro esse risco!

Hoje eu to melhor...
Obrigada por TANTAS mensagens que eu recebi. 
Talvez eu não estivesse escrevendo isso aqui sem elas...

É galera, prometo bons posts neste blog!
E isso aqui vai mudar de 'Diário da Paixão' para 'O diário de aventuras da Paixão'

Boa Noite, e bom fim de semana a todos! =)

Um comentário:

Anônimo disse...

Adorei a música :)

E chega de buscar uma culpa que vc não tem heein?!
Faça tudo o que tem vontade, recupere a Aline que vc diz que era .. e SE AME..
Ame a Aline rindo
Ame a Aline chorando
Ame a Aline cantando
e Ame a Aline simplesmente do jeito que ela é, com seus defeitos e com as qualidades. Vc já tem a Paixão no nome, transforme isso em um amor absoluto por vc! E se dê a oportunidade de conhecer pessoas novas.
Acredito que vc ainda vai rir de tudo isso e ainda vai dizer "não acredito que um dia eu pensei que eu ia ficar para a titia"
Deus não vai ser tão ruim com vc.. :D mas pra isso vc tem que dar a oportunidade para as outras pessoas, quando vc menos esperar as coisas acontecerão, apenas deixe tudo acontecer no seu devido tempo..

tenho saudades de vc.. bjoos sua amiga anônima (não fica curiosa não tá?)