quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Dessa vez eu já vesti minha armadura!

Buenas noches!

Vai fazer tanto post assim como eu né?
Ah, mas senti vontade... sem mais delongas.
A música hoje é da Pitty, pois acho que ela se encaixa muito bem na minha atual situação.
A ouvi hoje a parece que foi escrita para mim, na atual situação.

Te vejo errando e isso não é pecado,
Exceto quando faz outra pessoa sangrar
Te vejo sonhando e isso dá medo
Perdido num mundo que não dá pra entrar

Você está saindo da minha vida
E parece que vai demorar
Se não souber voltar ao menos mande notícias
"Cê" acha que eu sou louca mas tudo vai se encaixar

Tô aproveitando cada segundo
Antes que isso aqui vire uma tragédia

E não adianta nem me procurar
Em outros timbres, outros risos
Eu estava aqui o tempo todo
Só você não viu

Você tá sempre indo e vindo, tudo bem
Dessa vez eu já vesti minha armadura
E mesmo que nada funcione
Eu estarei de pé, de queixo erguido
Depois você me vê vermelha e acha graça
Mas eu não ficaria bem na sua estante

Só por hoje não quero mais te ver
Só por hoje não vou tomar minha dose de você
Cansei de chorar feridas que não se fecham, não se curam 
E essa abstinência uma hora vai passar


Bom, hoje foi um dia muito bom pra mim!
As coisas estão começando a se ajeitar. 
Consegui emagrecer 2,3Kg em uma semana, somente com dieta - e acompanhamento nutricional, claro. Sem remédios, sem nada.
Iniciei também a terapia. Já fazia tempo que eu queria fazer, e acho que o momento é este.

Estou num momento de mudança em minha vida. E estou descobrindo coisas inacreditáveis sobre mim, sobre a minha personalidade, sobre o meu ser. Por ser uma coisa muito recente, preciso não falar sobre isso ainda. O que eu posso dizer é que tem sido muitos tapas na cara, e bem doloridos sabe? Tive uma crise bem grave no sábado. Parecia que tudo aquilo que aconteceu há 2 meses atrás tinha voltado, mas eu ainda assim consegui sair de casa, mesmo tarde, mas consegui.

Mudar dói! É sair da minha zona de conforto. É admitir os erros, os problemas, e tentar dar um jeitinho - que não pode ser brasileiro - neles.

É incrível como hoje o sol já brilha colorido, aquela música me atrai para coisas boas, colocar o óculos de sol não é mais para me esconder.

É engraçado o sentimento de dependência? As pessoas não se tornam dependentes somente de drogas, de produtos quimicos.... elas tornam-se dependentes de hábitos, de pessoas. E quando o seu 'material de vício' se vai, é realmente uma abstinência.

Aos poucos eu estou descobrindo o que desejo para minha vida sabe? Sinceramente, aprender a ser mais seletiva. Não como forma de preconceito, mas como foi de precaução. Para evitar problemas.

Nos ultimos dias tenho refletido muito - e lido muito - sobre o que é o amor, e as maneiras de amar. O eros e o agape, e o que eu quero para minha vida. 
Hoje penso que a vida precisou me 'jogar da janela do trem' para que eu acordasse de uma fantasia, na qual só EU vivia, só EU acreditava. Sempre foi um amor unilateral, só EU não conseguia ver. 
Hoje eu me pergunto... o que eu ganhei nesses 3 anos? O que isso acrescentou em minha vida? Quanto eu evoluí nestes 3 anos?
E chego a conclusão que vivia num relacionamento insalubre, condenado ao fim. E pior, condenado à um fim trágico como aconteceu!
Eramos 2 dependentes, doentes! - Aliás, somos! Só que agora não mais andando juntos.
E isso foi a primeira coisa que a minha mãe me disse.... Parece que mãe sabe das coisas não é?

Hoje meu dia foi ótimo, a noite está sendo muito fácil.
Mas estou forte, em tudo! Nas emoções, no comparecimento às aulas, à academia, a dieta.
To aqui pra mostrar que eu vou sobreviver, e mais, eu vou mudar.
Quero que uma nova Aline renasça, menos dependente, menos carente, mais decidida, mais segura.
Mas mudar dói, e hoje a noite, ta doendo.

"Você nunca sabe a força que tem, até 
que sua única alternativa é ser forte." 
(Johnny Depp)

... e eu to aprendendo...

"Só por hoje não vou tomar minha dose de você! Cansei de chorar feridas, que não se fecham, não se curam, e essa abstinência uma hora vai passar"

3 comentários:

MqMoura disse...

Parábens pela iniciativa Aline, sempre vá ajustando a sua vida para que ela seja melhor para você! Que venha a mudança e com ela seja mais Feliz. Abraço!

Anônimo disse...

Aline minha flor, de certa forma parar pra ler pela primeira vez sobre a sua dor me deu forças sobre a minha dor, sobre oq eu estou vivendo, sobre sentir que vivia uma ilusão e ainda sim querer acreditar que é real, hoje estou vivendo algo parecido,mas busco sozinha respostas, pois de todas as pessoas envolvidas na minha dor a única que não teve escolha fui eu,e sinto que a escolha agora é tardia, pois não consigo me lembrar de te vivido uma vida sem que ele estivesse nos meus planos, dediquei um tempo valioso da minha vida, mesmo que errando e magoando, e me magoando e esqueci de mim, esqueci de como se vive sem ele, e isso me bate no rosto todos os dias tentando me acordar dos meus devaneios, e me diz "era tudo mentira, tu ainda quer viver essa mentira?" mas não me dá respostas sobre como devo agir com a dor da mágoa, da esperança, pois ele não me deixa ir, me pede pra ficar e pra reconstruir tudo de novo, me diz que já não me ama mais, que ama a outra, mas que quer ficar comigo, a realidade me bate na cara todos os dias mas não me salva de mim mesma, qualquer pessoa inclusive eu mesma me digo que não vale mais a pena, que é o fim..que a confiança acabou, que não podemos voltar atrás, e quando não existe mais amor, quando vc perde o amor, vc perde tudo, mas me pergunto, amor se recupera? estar comigo é oq pra ele? por mais que ele me resposta nunca saberei, hoje conheço a tua dor, mas só por hoje ainda quero ve-lo, pq justamente cansei de chorar feridas que não fecham, para cuidar das que ainda podem ser abertas..então eu te digo, vivo um dia de cada vez, só por hoje estou tentando, só por hoje o amo e não sei viver sem olhar pra ele todos os dias, só por hoje quero esquecer de mim mesma e da minha dignidade pra olhar pra ele mais uma vez, só por hoje vou tomar minha dose dele, como um viciado que enxerga a realidade mas prefere acreditar na ilusão, sua força é grande, gostaria de ter um pouco dela, mas sei que não suportaria, não suporto a dor da perda, não suporta a esperança de poder fazer diferente, mas também não suporto saber que ele ama outra, que está comigo por razoes que ele mesmo desconhece, e pior por saber que ele não está comigo, perguntas e respostas vem a minha cabeça, e não sei até que ponto a clareza é uma dádiva..só por hoje.

Aline Paixão disse...

Amiga, não sem quem é você, e respeito o seu direito de não se identificar. Estou enviando este comentário porque me sinto na responsabilidade de faze-lo.

O que eu e você sentimento não é amor, É DOR! É necessidade, é vicio, e sim, é uma doença!
Já tem quase 3 meses que eu estou sem ele, mantivemos contato por muito tempo, mas agora acabou de vez. Quanto mais você ouvi-lo, mais vai acreditar nele, mais vai querer ficar perto dele. Pela sua necessidade de não ficar sozinha.
É isso que não toleramos, não toleramos a solidão. Nos sentimos rejeitadas, abandonadas....

Eu não posso te dar muitos conselhos, até pq estou numa fase de superação ainda.
Mas te indico um livro, chama-se MULHERES QUE AMAM DEMAIS. Não sei se gosta de ler, mas o livro está disponivel na internet, para baixar. Baixe, imprima e leia. Tem me ajudado muito.
O link é esse aqui: http://goo.gl/YUUFsP

Não perca mais tempo da sua vida com um relacionamento falido, relacionamento mantido pelo SEU amor, pelo SEU vício.
Adultos dificilmente mudam, e se ele não mudou até, acredite, ELE NÃO VAI MUDAR.
Ele vai encontrar uma mulher como você, que gosta de resolver problemas dos outros, que larga a própria vida para resolver problemas dele. Pois homens assim atraem mulheres como nós, e acredite, ele vai encontrar alguém.
E o relacionamento deles será como foi o seu: CHEIO DE EMOÇÃO! Um relacionamento que ninguém enjoa! Mas pense... o que ele trouxe de bem pra sua vida nesse tempo que estiveram juntos?... Pensou?
Então, você sabe que não vale a pena.

Leia esse livro.
Vai te ajudar muito.
Não se de a chance de voltar com ele e continuar nessa dependencia, nessa vida que não é boa pra você.

E acredite, eu não sou tão forte assim, só estou lutando.
Chega de chorar, seja forte. Há uma vida linda lá fora esperando por NÓS!

Se quiser se comunicar comigo, quiser pedir ajuda, sem se identificar, meu email é paixaunzinha@gmail.com. Faça um email falso e eu posso conversar com você!

Boa Sorte na sua luta!
Seja forte...
e leia o livro, vai te ajudar muito!