domingo, 18 de agosto de 2013

Fix you

Hello people! Boa noite!

Estou aqui mais uma vez para falar, falar e falar. Desde ontem estou pensando "Escrevo ou não escrevo?", nessa semana já tive várias idéias sobre posts legais, até rascunhei uns aqui, mas não postei. E agora estou aqui, pra simplesmente desabafar - Afinal, não é a toa que o nome do blog é diário. Mas estou considerando a possibilidade de chamá-lo de 'semanário'.

A música de hoje é também o título do post, e apesar de gostar muito da música, ela não vem pra cá sem razão.

Fix you ou 'consertar você' foi a maior idéia errada que eu alimentei, que levou ao maior erro que eu cometi. Foi pensar que com o meu amor, o meu ENORME, INEXORÁVEL e INCONDICIONAL amor eu poderia modificar alguém.

Pros que não entendem inglês, a música já está com legenda em português. Acho que a letra fala por si só. Não precisa de mais explicações.


A semana por aqui foi boa na medida do possível. Conheci o homem mais lindo, sexy e sensual da minha vida, mas é muita areia pro meu caminhãozinho, é o tipo de homem ótimo pra se observar - e no caso dele, sem falar muito de preferência. Paguei micos que você só faz com pessoas que te intimidam demais. Mas a vantagem foi que isso me rendeu várias risadas, várias idéias, e uma bela (e bota bela nisso) distração.

Essa semana falei com "ele". Fazia tempo que não nos falavamos. Mas eu estava triste, me sentindo sozinha demais... e não resisti, e fiz contato.

Vamos a parte da 'fofoca da vida da Aline' - As vezes eu preciso falar dos fatos reais, e não só do que eu sinto.

Então, semana passada ele colocou 'em um relacionamento sério' no face... A principio foi um susto. Não me trouxe muito sofrimento... eu gosto de saber do que está acontecendo sabe? A minha imaginação é muito fértil, e eu sofro por isso. Então quando eu sei das coisas, sofro menos.

Isso foi na terça dia 06. E eu fiquei 'pianinho', algo que é extremamente incomum pra mim. E as vezes eu acho, que no meu caso, ficar em silêncio chama mais atenção. Dito e feito. Nos dias que se sucederam ao acontecimento ele me ligou... e me ligou... (apesar de estar namorando)

Naquele momento eu não quis atender, pois a raiva, a indignação que corria em minhas veias me protegiam contra o sentimento de solidão.Mas a semana passou, e a raiva passou junto com ela.

E o sentimento de vazio voltou. E ele tirou o 'namorando' do face. Não que isso mude muita coisa. Muitas águas, MUITAS ÁGUAS - que não estão descritas nesse blog - rolaram, e ele ja tinha feito isso uma vez pra me magoar, pq não faria novamente?

O que ele não percebe é que cada vez que faz uma 'surpresinha' eu sofro menos. Cada nova 'supresinha' me atinge menos. A solidão que eu sinto não é curada somente por ele.
Eu só queria uma companhia física. Só isso.

Enfim, na ultima terça nos falamos. Foi muito bom. Eu estava triste, cabisbaixa... falar com ele foi um momento fantástico de fantasia, que me colocou pra cima, me deu animo pra seguir a semana. Ta! Eu sei que isso é errado, que eu não deveria fazer isso, e bla bla bla. Mas fiz.

Foi um momento de loucura... deu até pra lembrar que amor proibido não da certo - veja Romeu e Julieta por exemplo - e ah, AMOR proibido? Não... eu e ele sabemos que isso não é amor!
Mas, como adolescentes fizemos promessas... As vezes eu merecia tomar uma bela surra, eu sei.

Engraçado que eu já conheço o perfil, conheço o jeito dele, e ainda assim faço as mesmas burradas.

Bom, mas a felicidade que a ligação injetou em minhas veias se foi em mais ou menos 48h, e a minha vida voltou a ser monótona como era antes.

Eu to cansada de postar tristezas sabe. To cansada de tanta energias negativa que eu exalo! TO CHEIA DISSO! Corta produção! Acabou! FIM!
Cadê a parte do 'e viveram felizes para sempre'?

To cheia de responder pras pessoas "Ah, eu to indo, sabe como é né?".
To cansada de deitar na minha cama pra dormir e as milhares de lembranças invadirem minha mente.
E to FRUSTRADA! TO FRUSTADA SIM!
Apesar dos meus erros, eu amei uma pessoa. Eu lutei por ela. Eu fui uma boa namorada. Eu fui carinhosa, fui amiga, fui amante, fui conselheira, fui brincalhona, fui festeira, e fui até cantora! Tenho consciência que fui uma boa namorada...
Mas to triste sabe? Pq eu vejo amigas minhas que tão pouco se ferrando pros namorados, que traem eles, que dão bola pra tudo que é homem, e tem os namorados tratando-nas como princesas!
Por que isso não aconteceu comigo? Eu sempre fui uma namorada fiel, prestativa... Eu era controladora sim, mas Deus sabe como eu queria fazer as coisas certas.

Sabe, to frustrada com o amor.
Aquela ideia de alma gêmea morreu pra mim! MORREU! Isso não existe. É tudo ideia que as pessoas colocam na cabeça das meninas... e isso só traz sofrimento.
Eu cresci achando que tinha encontrado o amor da minha vida, e eu aguardava o destino nos RE-unir. E re-uniu! Mas eu descobri que era só fantasia. Não havia amor, e sim sofrimento.


Hoje eu estou acabada! Com a minha auto-estima no fundo do poço!
Hoje eu sai de casa e não tive vontade de voltar. Queria pedir uma carona na estrada e ir embora com quem passasse. Ouvir histórias e contar as minhas.
Hoje eu sai pela manhã, e voltei agora pouco... Voltar pra casa é enfrentar tudo que eu passei. E chegar em casa e me ver realmente só. É lembrar de tudo que sonhei pra minha vida, que se acabou! É TÃO REVOLTANTE!
PRA NAMORAR COMIGO ME PEDIRAM! MAS PRA TERMINAR, SIMPLESMENTE ME AVISARAM! Não me deram opção de escolha! Não perguntaram o que eu tava sentindo...
Ele me deixou, e foi lá, viver os tais sonhos que eu não deixava ele viver.

E ele vem com um papinho que agora é 'homem de Deus' e que largou a vida que tinha antes.
Mas se existe uma pessoa que se contradiz é ele. Pq ele fala, fala, fala, se faz de coitado. E a vida me mostra que ele continua fazendo exatamente as coisas que fazia antes.

E toda vez que eu vejo ele com outra pessoa. Ou vejo uma foto com os labios sujos de batom é mais um tapa na minha cara.
É pra me fazer acordar de todo aquele sonho que eu CRESCI acreditando! Foram 9 anos de sonho... pra nada. Pra lágrimas. Que é a única coisa que eu sei fazer desde que ele se foi.

Eu to cansada de ser sozinha.
Queria gritar ao mundo... "ALGUÉM VEM FICAR COMIGO! EU NÃO TO AGUENTANDO MAIS!" ... que MERDA DE VIDA É ESSA? EU SÓ EXISTO.

MINHA VIDA SE RESUME A ACORDAR CEDO, passar visita nos pacientes, passar o caso pro preceptor, estudar a doença do paciente e apresentar o caso no fim da semana!

Eu saio do hospital todos os dias e volto pra casa, PRA FICAR SOZINHA, PRA CHORAR! NINGUÉM VAI CHEGAR PRA ME SALVAR?
A Branca de Neve estava MORTA, e o principe apareceu! A Bela se apaixonou pela FERA, que se transformou num príncipe!

Era essa a vida que me esperava? Se eu soubesse que seria assim jamais teria estudado o tanto que eu estudei pra vir pra cá!

Deus, não foi isso que eu plantei...
Eu era tão feliz antes, antes de tudo... antes dele!
Hoje eu não vejo motivos pra continuar levando minha rotina
QUE GRAÇA TEM ESSA VIDA? UMA VIDA SEEEM AMIGOS! SEEM SORRISOS! SEEM ABRAÇOS SINCEROS! UMA VIDA NA QUAL EU SÓ FALO O NECESSÁRIO, EU SÓ FALO DE ASSUNTOS DA FACULDADADE. SÓ SIGO O SCRIPT, SEM NEM AO MENOS PODER IMPROVISAR!
EU NÃO TENHO MAIS VIDA. E EU SEI DISSO. EU NÃO TENHO MAIS FELICIDADE.

Deus, não foi isso que eu plantei...

________________

Ps: Sei que esse post está meio sem pé nem cabeça, é um desabafo!
Boa Noite!

Nenhum comentário: